fbpx

Número de casos de coronavírus na Itália passa de 15 mil

O Departamento de Proteção Civil informou que 15.113 pessoas testaram positivo para a doença desde o início da crise; ao todo foram registrada 1.016 mortes

Enquanto luta para garantir a aplicação das medidas restritivas anunciadas nos últimos dias para conter o avanço do novo coronavírus (covid-19), a Itália segue registrando altas exponenciais nos números de casos confirmados e mortes provocadas pela doença.

O Departamento de Proteção Civil informou nesta quinta-feira (12) que 15.113 pessoas testaram positivo para a doença desde o início da crise, uma alta de 2.651 em relação ao boletim divulgado na quarta (11). Já o número de mortes passou de 827 para 1.016 nas últimas 24 horas.

Mas nem todas as notícias são negativas. As medidas restritivas adotadas nos últimos dias, como a quarentena sobre todo o território nacional e o fechamento do varejo não essencial, parecem estar começando a surtir efeito, ao menos no norte do país.

Codogno, epicentro da epidemia na região da Lombardia, a mais afetada pela doença na Itália, zerou os contágios no boletim apresentado pela Proteção Civil. A cidade havia sido colocada em quarentena no dia 23 de fevereiro, antes de o isolamento ser ampliado para o restante do país.

“Estamos particularmente felizes por este que parece ser um grande resultado. Mas quero dizer que nós cumprimos a quarentena seriamente, e certamente é por isso que temos a queda que esperávamos”, disse o prefeito de Codogno, Francesco Passerini, de acordo com a agência de notícias “Ansa”.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: