fbpx

Mega operação deixa um morto em Visconde do Rio Branco

Ação entre PM, Civil e Ministério Público deixa um suspeito morto

As polícias Militar e Civil e o Ministério Público de Minas Gerais, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), desencadeiam na manhã desta terça-feira (10) uma megaoperação de combate ao tráfico de drogas e crimes violentos.

A operação “Duplo Impacto” ocorre em Visconde do Rio Branco, município distante de Juiz de Fora cerca de 150 quilômetros, e região. As primeiras informações reveladas confirmam que houve confrontos entre criminosos e agentes. Um suspeito morreu após ser atingido por um disparo de arma de fogo. 

A Polícia Militar, por meio de seu porta-voz, major Flávio Santiago, destacou que a operação é de “alto risco”. O oficial afirmou que policiais envolvidos no confronto passam bem e que nenhum foi ferido. “O indivíduo que confrontou com os policiais militares foi atingido por disparos de policiais em defesa da própria vida. Ele foi socorrido, mas veio a óbito. Uma pistola foi apreendida com ele”, disse. A corporação afirmou que já há muita drogas apreendidas, dinheiro, armas e 11 pessoas presas.

Mais de 100 policias, entre militares do Bope, diretoria de inteligência da PM, Batalhão de Choque, Rotam e Canil de Belo Horizonte, além de tropa da região e investigadores do Gaeco estão na ação.

A manobra conta com apoio de um helicóptero, 25 viaturas, cães farejadores para drogas e armas, além de snipers. Estão sendo cumpridos diversos mandados de prisão e de busca e apreensão em diversos pontos.

Cidadãos que queiram colaborar com informações poderão fazer de forma anônima pelo número 190.

Outras informações serão repassadas pelo Gaeco ao fim da manobra.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: