fbpx

Escola aciona a PM após aluno de 07 anos dizer que teve a perna cortada pela mãe e ela teria bebido o sangue dele

Menino, de 7 anos, contou sobre a agressão à professora, que acionou a PM e o Conselho Tutelar; jovem foi detida e liberada

Polícia Militar foi acionada pela direção de escola municipal após constatar o ferimento e a criança a possível causa. Mãe afirmou que corte foi causado por prego durante brincadeira.

Uma mulher de 24 anos é investigada pela Polícia Civil de Uberaba, a 476 km de Belo Horizonte, por suspeita de submeter a maus-tratos o filho de 7 anos. O menino disse na escola que foi ferido pela mãe com uma faca e que ela bebeu o sangue dele depois. A ocorrência foi registrada na quinta-feira (14).

Conforme o boletim de ocorrência, os militares foram acionados pela diretora da escola. A direção relatou que o garoto e o irmão, de 05 anos, não compareciam às aulas há aproximadamente 15 dias.

Por isso, a diretora entrou em contato com a mãe dos alunos, que informou que ambos não estavam indo para escola devido a uma gripe. A direção, então, orientou que um atestado médico fosse apresentado para o abono das faltas.

Na quinta-feira, as crianças foram para a escola, sem a constatação de sintomas gripais. No entanto, a criança de 7 anos apresentava um corte na perna direita.

Relato da criança

Ainda conforme a ocorrência, o garoto disse à diretora que o ferimento teria sido causado pela mãe. Ela teria cortado a perna da criança com uma faca e, em seguida, bebido o sangue. O menino acrescentou, porém, que o “Caveira” estaria no corpo da mãe.

Diante do relato, os militares acionaram o Conselho Tutelar. À PM, a criança confirmou o que havia dito à diretora.

O menino foi encaminhado para o Hospital da Criança. Segundo o laudo médico, o ferimento foi feito há alguns dias, pois já estava cicatrizando.

Relato da mãe

Conforme o registro de ocorrência, a mãe foi localizada e negou a versão da criança. Ela também disse aos militares que o filho teria se machucado com um prego enquanto brincava em casa.

A mãe foi encaminhada para a delegacia, onde prestou depoimento. A criança ficou sob responsabilidade do Conselho Tutelar.

Em nota, a Prefeitura de Uberaba disse que, após o depoimento da criança, a direção levou o caso à Secretaria de Educação, que tomou todas as medidas cabíveis.

Mais informações no programa “Impacto Notícias”, a partir das 11Hrs. Acompanhe pelo link https://sputnikvozdopovo.com.br/sertafm e também pela SertaFM 101,5.

Gostou do nosso portal de notícias?

Então siga o canal do YouTubereceba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). – https://linktr.ee/JefersonSputnik – Para ler mais notícias do Noroeste Mineiro, clique em NOTÍCIAS Siga o jornalista Jeferson Sputnik no TwitterInstagram e Facebook.  Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

O conteúdo do Sputnik Voz do Povo é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: