Furto de 17 baterias de ônibus da Prefeitura de João Pinheiro é registrado quase 30 dias depois

Um crime contra Patrimônio Público aconteceu em fevereiro e somente foi registrado na quase 30 dias depois em João Pinheiro

Um crime cheio de mistério aconteceu em João Pinheiro, onde foi descoberto por um funcionário da Prefeitura Municipal, no dia 28 de fevereiro, que 17 baterias de 150 amperes, havia sido furtadas, o que já é o suficiente para gerar varias perguntas de como teria sido possível tal fato, sendo que o Centro Administrativo, conta com vigilantes e câmeras de segurança.

O que intensificou os questionamentos por vários pinheirenses, foi saber que o caso já era de conhecimento da prefeitura desde o dia 28 de fevereiro e somente foi registrado o furto na polícia militar, no dia 24 de março, quase um mês depois.

O Sputnik, foi ao Centro Administrativo, e solicitou a presença de um vereador eleito, CB Vieira, para fazer um levantamento, sobre o que pode ter acontecido.

No Centro Administrativo, fomos recebidos pela Secretaria de Educação, Isolina, que relatou que a situação do furto foi informada e que durante o período que a ocorrência ainda não havia sido registrada, varias medidas de seguranças foram tomadas no local.
Questionada sobre a demora em registra o fato, a secretaria, falou que procedimentos internos estavam sendo tomados na tentativa de descobrir algo, mas que até o momento nada havia sido descoberto.

O Vereador, se comprometeu acompanhar o caso e caso necessário for uma CPI, poderá ser montada na câmara para investigar o acontecido.

O Sputnik Voz do Povo, estará solicitando ao Ministério Público, que exija uma resposta de o porquê da demora em registrar os furtos na polícia.

Veja a síntese dos fatos…

A Polícia Militar, por volta das 10h50min dessa última quarta-feira(24), foi acionada a comparecer até à Rua Aristeu de Oliveira no bairro Maria José de Paula, João Pinheiro/MG, onde um senhor de 63 anos de idade, motorista e funcionário da Prefeitura Municipal, informou ser o responsável pelo transporte escolar da Prefeitura Municipal de João Pinheiro/MG, e que no dia 28/02, por volta das 10:00 horas, momento em que faziam a inspeção na frota de ônibus da Prefeitura Municipal, os quais estavam estacionados no Centro Administrativo, constataram que foram furtadas (17) dezessete baterias, de 150 amperes, as quais estavam instaladas nos respectivos veículos.

Os militares realizaram rastreamentos no intuito de localizarem os autores do furto e busca de informações sobre o paradeiro das baterias furtadas. Ao que tudo indica, houve a participação de mais de uma pessoa para a consumação do crime e a utilização de veículo picape com carroceria para o transporte do material subtraído.

Se você tiver qualquer informação que possa auxiliar na identificação e prisão dos autores desse crime, ou na localização das baterias furtadas, ligue imediatamente para o telefone 190 – Emergência Policial, ou 181 – Disque Denúncia Unificado, onde os seus dados serão mantidos no mais absoluto sigilo.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: