Acesso irregular na Br-040 é cenário de mais um acidente grave em João Pinheiro

Moderna Justo Ambientes Planejados – (38) 99898-9793

O acidente aconteceu no final da tarde dessa última segunda-feira 15 de FEVEREIRO de 2021, por volta das 17h43min, no KM 142 da BR-040, no município de João Pinheiro-MG.

O acidente do tipo, colisão transversal, seguido de uma queda do ocupante da motocicleta, ficando caído ao solo com lesões graves.

Os veículos envolvidos foram uma motocicleta YAMAHA/FACTOR YBR125 ED e um veículo de passeio VW/GOL 1.6 POWER.

A Polícia Rodoviária Federal com base na análise dos vestígios materiais identificados, constatou-se que a motocicleta trafegava pela faixa de rolamento com sentido decrescente (Belo Horizonte/MG – Brasília/DF) da BR-040, quando atingiu o veículo Gol, que cruzava pelo canteiro lateral a via para acessar a faixa de trânsito sentido Belo Horizonte/MG.

Ao tentar atravessar a BR-040, o veículo Gol não observou a presença e a proximidade do motociclista, que ainda tentou realizar manobra evasiva, porém, não conseguiu evitar a colisão transversal.

O motociclista com o impacto entre os dois veículos, foi arremessado a frente por cerca de 10 metros do sítio de colisão, e por razão dessa dinâmica ele sofreu lesões graves.

Conforme constatações em levantamento de local de acidente, a PRF concluiu que o fator principal do acidente foi o veiculo Gol acessar a via sem observar a presença dos outros veículos. Veja o momento do acidente…

Nota Jeferson Sputnik

Local do acidente: Acesso da BR-040, para o DER

Veja que cena impressionante!

Agora veja que impressionante a situação que está cena provoca e se repete de forma vergonhosa, cada dia com uma família diferente.

Uma cena que por toda a população pinheirense é enxergada, mas que a concessionária via 040, insiste em não enxergar.

Sou jornalista, empresário e assessor parlamentar na Câmara dos Deputados, e de todas as formas, tenho questionado a via-040, pelas suas responsabilidades, com o povo de João Pinheiro, e em cada matéria tenho cobrado atitude.

Infelizmente tenho noticiado vários acidentes nos pontos de forma repetida, parecendo até replay um do outro.

Famílias tem chorado a dor da perda e aguardado para ver outra família chorando, porque a única certeza até aqui, é que teremos a próxima vítima.

Hoje, estive em mais um acidente, reportando o acontecido, mostrando a realidade vivida por um povo, explanando e orando em silêncio pela vida daquela vítima, que logo eu pensava pela grávida do acontecido, mais uma família estaria a beira do abismo da perda de uma pessoa amada.

Logo seguindo protocolo jornalístico, para apurar os detalhes do acidente e a situação da vítima, descubro que a família da vez era a minha, e a vítima meu pai.

Não cobro hoje de forma diferente porque foi com alguém que eu amo, mas cobro com mais ênfase que a situação do povo de João Pinheiro, seja resolvida.

Acessos proibidos em vários pontos que precisam ser resolvidos e não queremos saber como irão fazer somente queremos que façam.

Tenho perdido pessoas da minha família nesses acessos desde a primeira vítima, porque o meu povo é também como meu pai, uma vítima do descaso e parte da minha vida.

Por misericórdia de Deus, meu pai Francisco, popular Chico Boy, está bem, com vida que é o importante, mas será necessário uma cirurgia no fêmur e teve uma fratura na clavícula.

Finalizo por aqui, não como jornalista, mas sim como um filho, como um pinheirense que não aceita mais chorar, assistindo a desgraça anunciada.

Jeferson Sputnik

Comentários

Copiar com CTRL-C - A republicação é gratuita desde que citada a fonte.
Publicar textos sem dar créditos ao autor é considerado crime

artigo 7º da Lei do direito autoral.

Conteúdo da Editora de Jornal Diário Sputnik Voz do Povo

%d blogueiros gostam disto: