Homem acusado de matar Nidis Medeiros a facadas em Cana Brava no ano de 2013 é preso no Pará nesta terça-feira (15)

Noroeste Net Conectando você ao mundo! Telefone para contato – 3561-3265

A Polícia Civil do Estado do Pará, em ação conjunta entre o NAI Marabá, a Superintendência Regional do Sudeste Paraense – 10ª RISP – e a Delegacia de Polícia Civil de Jacundá, após contato da Polícia Civil na cidade de João Pinheiro Minas Gerais, deram cumprimento, na data de hoje por volta das 09h, ao mandado de prisão preventiva em desfavor de ADRIANO NORBERTO ANTUNES, pela prática de homicídio qualificado.

O fato se deu no distrito de Cana Brava, no ano de 2013.
Data 10/07/2013.
Desde então a equipe da polícia Civil de João Pinheiro, estava investigando e monitorando o suspeito.

Após troca de informações com a PCMG, foram feitas pesquisas e diligências em campo, quando então foi constatado que o alvo estaria na cidade de Jacundá/PA, onde possivelmente estaria trabalhando e/ou residindo.

Diante disso, foi solicitado apoio da Delegacia de Polícia Civil de Jacundá, e, por meio dos IPCs Nelson e Israel, foi dado fiel cumprimento ao mandado segregatório expedido em desfavor do foragido.

O crime aconteceu no ano de 2013 no dia 10 do mês 07, onde a guarnição da Polícia Militar de Cana Brava, foi informada de homicídio na Rua Amadeu Mota Faria, diante do que foi informado aos militares os mesmos compareceram no local referido, onde encontraram o corpo da vítima Sr. Nidis Medeiros, que estava caído ao solo em decúbito dorsal sem sinais vitais, a vítima apresentava cinco perfurações de faca no corpo. 

O preso a matou, mediante, facadas, uma vítima que era muito próxima de um agente da PCMG, no município de João Pinheiro/MG, sendo que, após a expedição do presente mandado de prisão, ADRIANO NORBERTO ANTUNES, o suspeito fugiu inicialmente para o Goiás, depois foi para o estado do Pará, com sua família, onde estaria residindo desde então.

O preso foi apresentado à Delegacia de Polícia Civil de Jacundá para a lavratura dos procedimentos cabíveis.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: