fbpx

Doença desconhecida atinge 7 pessoas em Minas Gerais

Após mensagens em redes sociais terem causado panico entre moradores do bairro Buritis, região Oeste da capital Belohorizonte, a Secretaria de Estado de Saúde confirmou que a doença desconhecida atinge ao menos 7 pessoas em Minas.

Segundo nota técnica, são quadros de insuficiência renal aguda de evolução rápida, seguida de uma ou mais alterações neurológicas, incluindo paralisia facial, borramento visual e perda de visão.

Além dos cinco casos em BH, foram registrados um em Juiz de Fora e outro em Ubá.

As mensagens falam que ao menos 5 pessoas do bairro Buritis teriam sido vítimas de envenenamento e estariam internadas em estado grave em hospitais de BH.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que os casos estão sendo acompanhados, mas não foi encontrada qualquer relação entre os enfermos.

A nota técnica do órgão de saúde se dirige aos profissionais de saúde de Minas Gerais. O documento recomenda que a equipe médica que se deparar com esses sintomas em algum paciente comunique, imediatamente, o Cievs-Minas.

O objetivo da nota técnica é o “esclarecimento diagnóstico” e a “busca de novos casos”.

Exames laboratoriais estão sendo realizados na Fundação Ezequiel Dias (Funed) para definição exata da doença. 

Perfil dos doentes

Dados apurados pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs-Minas) constam que os sete pacientes catalogados até a publicação desta matéria são todos do sexo masculino.

A idade deles, no entanto, varia bastante: a média é de 49 anos, mas há pacientes entre 23 e 76 anos.

Dos sete internados, seis estão em hospitais da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Outro está em Juiz de Fora. Todos apresentaram os sintomas a partir de dezembro último.

Entre os enfermos, a média de dias entre início dos primeiros sintomas e a internação foi de 2,5 dias, conforme o documento.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: