fbpx

Homem que deixou jovem pinheirense em coma no ano 2015 é condenado a mais de 9 anos de prisão

Foi a júri popular nesta quarta-feira (27) em João Pinheiro, Carlos Silva, vulgarmente conhecido como “Carlão” autor de uma tentativa de feminicídio no dia 20 de dezembro de 2015, contra a vítima, Brenda Borges Moreira, na época sua namorada.

Na época, Brenda, com18 anos, foi internada em estado de coma no Hospital Regional em Patos de Minas. Ela ficou em estado grave depois de ter sido brutalmente agredida por Carlão.

Fotos feitas na época e cedidas a imprensa pela mãe da jovem, deixou todos chocados devido ao estado que a moça ficou após ser espancada. O caso aconteceu no dia 20 de dezembro na cidade de João Pinheiro. O autor e Brenda namoravam há apenas 2 meses e por razões desconhecidas a teria levado para a região da Prainha, local afastado onde quase matou a garota.

Brenda foi agredida a socos e chutes até desmaiar, informações da época que a jovem foi arrastada com uma corda presa ao pescoço. A vítima ficou internada em coma no CTI do HRAD por semanas.

A família que clamou por justiça, hoje teve resposta. O réu Carlos Silva, foi condenado a 9 anos e 4 meses de prisão, mas poderá recorrer ou aguardar eventual recurso em liberdade.

Gostou do nosso portal de notícias?

Então siga o canal do YouTubereceba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). – https://linktr.ee/JefersonSputnik – Para ler mais notícias do Noroeste Mineiro, clique em NOTÍCIAS Siga o jornalista Jeferson Sputnik no TwitterInstagram e Facebook.  Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

O conteúdo do Sputnik Voz do Povo é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: