Homem surta, invade residência, agride amigo e ex-companheira em Lagoa Grande

No último sábado (11), por volta de 01h58min, a Polícia Militar, foi solicitada a comparecer na rua João Galvão, onde uma mulher alegava que seu ex amásio, contra o qual possui uma medida protetiva, teria invadido sua residência onde ela estava com um amigo e além de agredir o amigo teria ameaçado e danificado sua bicicleta.

No local os militares fizeram contato com as vítimas, os quais relataram que o autor teria chegado ao local em seu veículo Gol branco, adentrado a residência e partido para agressão contra vitima a qual alegou que como conhece o autor, não reagiu, tentando apenas se proteger dos socos e dizendo “sou eu, sou eu” o autor após diversos socos e pontapés reconheceu a vítima e parou com as agressões, porém, danificou a bicicleta da vítima, uma Oggi cor preta e saiu do local dizendo “vou Te matar, vou te matar”. Após o fato, o autor teria tomado rumo ignorado.

A vítima ex-do autor apresentou aos militares a medida protetiva expedida pelo senhor juiz da comarca de Presidente Olegário.

Ambas as vítimas demonstravam está com bastante medo do autor, tendo em vista que o mesmo é usuário de crack e apresentava estar bastante alterado.

Diante a tudo que foi informado os militares sairão em buscas pelo autor quando por volta das 22h45m, ele foi visto próximo ao Hospital Municipal, logo foi abordado pelos militares, porém, quando os militares tentaram se aproximar ele saiu correndo pulando muros de diversas residências e invadindo as casas. O autor foi perseguido por cerca de 03
residências até conseguir despistar a equipe policial.

Os militares fizeram um cerco no quarteirão por cerca de 01 hora, porém, não foi localizado.

A polícia continuou com o patrulhamento, com passagens periódicas pelo local dos fatos, quando por volta de 01h30m da manhã, o veículo do autor foi visto saindo da cidade pela equipe policial, foi iniciada então uma perseguição, ao ser dada a ordem de parada de início o homem acatou o pedido, porém, ao desembarcar, quando viu que seria preso, ele resistiu à prisão, sendo necessário o uso moderado na força. Mesmo após algemado, o autor tentou por diversas vezes chutar um dos militares, até se acalmar.

Foi feito contato com o delegado de plantão o qual solicitou que as vítimas fossem apresentadas na Depol.

Gostou do nosso portal de notícias?

Então siga o canal do  YouTube ,  receba diariamente através do WhatsApp  (CLIQUE AQUI) .  Para ler mais notícias do Noroeste Mineiro, clique em  NOTÍCIAS .  Siga o jornalista Jeferson Sputnik no  Twitter ,  Instagram  e  Facebook. Envie informações à redação do portal por e-mail:  [email protected] .  

Para vagas de emprego em João Pinheiro clique aqui.

O conteúdo do Sputnik Voz do Povo é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: