fbpx

Funerária prepara corpo para sepultamento debaixo de árvore e o caso foi parar na polícia

Uma família procurou a Polícia Militar PM, para denunciar o que eles alegaram ser um desrespeito com o falecido e com a família.

O caso aconteceu na cidade de Arinos-MG, no Noroeste de Minas, onde de acordo com a família o falecido, Edimilson Ferreira Viana, de 32 anos, foi vítima de afogamento no dia 11/04 ao sair para pescar com o irmão, no Rio Paraim, e durante uma entrada no rio o mesmo foi arrastado pelas correntezas, sendo encontrado 24horas depois pelos Bombeiros Militares de Formosa-GO, que fizeram os trabalhos de busca e encontrou o corpo a 08 metros de profundidade.

Diante do falecimento a família da vítima contratou os trabalhos da Mundial Pax, uma empresa que presta os serviços fúnebres na cidade de Arinos-MG, a parti daí a situação tomou rumos que revoltaram os familiares e populares que presenciaram a situação revoltante, dada pela escolha feita pela funerária de prepara o corpo dentro do cemitério local debaixo de uma árvore.

Familiares chegaram ao cemitério e flagraram a situação e alguns vídeos foram gravados.

Nossa equipe de reportagem conversou com a sobrinha da vítima, que nos relatou que os funcionários da funerária ao perceber a presença da família no cemitério, pegaram o corpo e o colocaram no carro da funerária e saíram do local com destino a clínica para terminar os serviços.

Assista no You Tube

De acordo com o Boletim de Ocorrência B.O, o corpo estava no chão do cemitério, sendo preparado para o sepultamento sem controle de contaminação e na presença de populares.
A família inconformada com o tratamento prestado pela funerária, registrou a ocorrência e medidas judiciais estão sendo tomadas contra a empresa.

Nossa equipe de reportagem tentou contato com representantes da Funerária Mundial Pax, apontada com a empresa que prestou o serviço, mas não obtivemos nenhum tipo de resposta.

Siga Nossa Fan Page no Facebook

Comentários

%d blogueiros gostam disto: