fbpx

Família mentiu sobre doença para preservar Roberto Leal, diz filho

Cantor português morreu aos 67 anos, vítima de melanoma maligno um câncer de pele

O cantor Roberto Leal morreu sem saber a gravidade da doença que tinha, segundo o filho, Rodrigo Leal. Durante o velório do pai, nesta segunda-feira (16), ele afirmou ao Uol que a família preferiu não compartilhar com Roberto os detalhes do câncer que acabou por matá-lo. O velório aconteceu na Casa de Portugal, em São Paulo.

“Ele não parou, foi o que o fez viver. A gente mentiu para ele, ele não soube o que tinha até antes de morrer. Meu pai não tinha estudo, a faculdade dele era a da vida. A gente conseguiu ludibriar o meu pai em termos clínicos. Enquanto o câncer colocava mais um ponto no fígado, a gente dizia: ‘Você está com uma manchinha só’. A gente sempre driblando para que a cabeça nunca fosse abaixo”, explicou Rodrigo.

Roberto Leal morreu no domingo, aos 67 anos, vítima de uma insuficiência hepato-renal causada por um melanoma maligno, que evoluiu e chegou até o fígado.

Mesmo durante o tratamento, o pai seguiu alegre e não desanimou, disse Rodrigo. “A gente conseguiu preservá-lo com aquela imagem feliz, bonita, como ele gostaria de ser lembrado. É um guerreiro! Hoje descansa um guerreiro e um grande homem”. Disse o filho.


Comentários

%d blogueiros gostam disto: