fbpx

VEREADORES DE BRASILÂNDIA PEDEM CPI PARA INVESTIGAR “DESCARTE DE MEDICAÇÃO EM LIXÃO”

Nos foi informado que o descarte pode se tratar de uma ação criminosa

O requerimento foi protocolado na última segunda feira (2), onde os parlamentares pedem apuração de “eventuais crimes e irregularidades no caso dos remédios que foram descartados no lixão de Santa Fé de Minas”. O documento é assinado por (Três), *dos 9 parlamentares, de seis* partidos. Vereadores: João Henrique (PSD), Edson Fernandes Sales (PSC), Wagner Soares (PR), fizeram o requerimento de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Sendo aprovada por unanimidade entre os parlamentares da casa.

Com a (CPI), aprovada fica a cargo do presidente da casa montar uma comissão com um relator onde terão 60 dias, para apurarem o caso e dar um parecer, podendo pedir o prolongamento das investigações se for necessário, onde poderar solicitar a presença de pessoas ligadas aos setores responsáveis para esclarecimento.

O caso é um grande mistério sem dúvidas e precisa ser investigado. Nossa equipe de reportagem entrou em contato com o secretário de saúde da cidade de Santa Fé de Minas, em busca de informações, e saber qual o posicionamento deles em relação ao caso.

Conversamos por telefone com o Sr. Secretario de Saúde; Joaquim, que nos atendeu prontamente a responder sobre o assunto, perguntado como teria sido encontrada a medicação, o secretario nos respondeu que estava em viagem e que foi informado que a medicação estava joga no lixão da cidade.

Perguntado sobre um funcionário de Santa fé de minas, que teria sido afastado do cargo e que estaria sendo investigado pelo Ministério Público (MP), poderia ter alguma ligação com o caso; O secretario nos respondeu ser impossível apontar algum suspeito e que o tal funcionário já havia sido afastado de suas funções a mais o menos um ano, mas que a única coisa que ele pode afirma e que descobrir de onde veio  e como foi parar essa medicação no lixão e de grande interesse de todos de Santa Fé de Minas.

A secretaria de saúde, ao saber da situação que a medicação foi encontrada acionou a polícia militar de minas gerias (PM), para tomar todas as medidas cabíveis, o caso então foi passado para a Policia Civil de minas gerias (PC), que está investigando o ocorrido.

Na ocasião do ocorrido nossa equipe de jornalismo procurou o prefeito de Brasilândia de Minas-MG o prefeito Sr. Mardem Junior, onde pedimos esclarecimentos sobre o ocorrido dos medicamentos que foram encontrados jogados no lixão de Santa Fé-MG.

OS medicamentos estavam em caixas lacradas com nome da rede pública de saúde de Brasilândia de Minas-MG. O prefeito municipal de Brasilândia de minas, relatou a nossa equipe que se tratava de um mal-entendido, e que todas as medidas para saber o que teria acontecido já havia sido tomada, entre elas o enviou de representantes da secretária de saúde de Brasilândia de Minas-MG, para a cidade de Santa Fé-MG.

De acordo com o que nos foi falado pelo executivo de Brasilândia de Minas, um servido de Santa Fé/MG, já estaria sendo investigado pelo ministério público. O prefeito nos relatou que o acontecido não se trata de erro ou desperdícios por parte da Secretaria de saúde de Brasilândia de Minas-MG e Santa Fé-MG. Ele nos relatou que existe um programa do governo, “SIGAF” (Sistema Integrado de Gerenciamento da Assistência Farmacêutica), que permite o fornecimento de medicamentos que estão parados ou com risco de vencimentos aproximado, de fazer trocas de medicação a outras cidades dentro do estado de Minas Gerais, que explicaria o motivo  de ter caixas com o destino a Brasilândia de minas.

O prefeito afirma que a cidade de Brasilândia de Minas-MG não é responsável pelo descarte ilegal destes medicamentos no lixão da cidade de Sant Fé-MG, e que é de interesse da administração saber como aconteceu tal descarte.

O prefeito também nos cedeu um vídeo onde mostra os secretários de saúde das cidades de Brasilândia de Minas-MG e Santa Fé-MG, se reunindo para apurar o ocorrido, vejam o vídeo na íntegra…

Comentários

%d blogueiros gostam disto: