Weliton e Elismar Prado cobram suspensão da Bandeira Tarifária de Escassez Hídrica cobrada pela Cemig

Os deputados federal Weliton Prado (Pros) e estadual Elismar Prado (Pros) acionaram o Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPE) para suspender a Bandeira de Escassez Hídrica, cobrada pela Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) dos consumidores residenciais.

Os deputados, em documento enviado nessa terça-feira (11) ao presidente Jair Bolsonaro, cobram a suspensão da tarifa, considerada abusiva diante das fortes chuvas que atingem Minas Gerais nas últimas semanas. As chuvas, que têm provocado cheias nas cidades mineiras nos últimos dias, já provocaram 10 mortes em cinco cidades do estado e deixaram 104 pessoas desabrigadas nesta semana.

“Além da redução na renda das famílias, a grande crise financeira que atinge o Brasil eo aumento excessivo de preços, o consumidor ainda tem que enfrentar uma série de gastos no começo do ano como impostos, mensalidades e material escolar. Em um momento em que Minas Gerais sofre com o excesso de chuvas, a tarifa de escassez soa ainda mais absurda, além de ser abusiva. Os mineiros já pagam uma das contas mais caras do Brasil. Uma cobrança a menos significa mais recursos para as famílias”, afirma Weliton Prado.

Em dezembro de 2021, Weliton Prado já havia pedido ao Ministério de Minas e Energia a suspensão da cobrança nas contas residenciais após a melhora dos níveis dos reservatórios das usinas hidrelétricas mineiras. “Não podemos permitir que os mineiros trabalhem apenas para pagar conta que sequer tem transparência.Queremos garantir justiça às famílias”, completa Elismar Prado.

Mais informações no programa “Impacto Notícias”, a partir das 11Hrs. Acompanhe pelo link https://sputnikvozdopovo.com.br/sertafm e também pela SertaFM 101,5.

Gostou do nosso portal de notícias?

Então siga o canal do YouTubereceba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Noroeste Mineiro, clique em NOTÍCIAS Siga o jornalista Jeferson Sputnik no TwitterInstagram e Facebook.  Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

O conteúdo do Sputnik Voz do Povo é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: