Vereador Pedro Gil homenageia o Ex-Vereador Joaquim Coelho de Lima com nome de rua em João Pinheiro

Quando uma rua pública recebe um nome a maioria das pessoas não sabe como é feito o processo de escolha e também, por vezes, passa despercebido quem é a pessoa que empresta o nome a um local que será de referência para famílias e empresas. Na sessão da última segunda-feira (17) de maio de 2021, foi a vez do senhor Joaquim Coelho de Lima ser homenageado.

Por meio do projeto de lei do vereador Dr. Pedro Gil, uma rua do bairro Jardim Ipê/Jardim Pinheiros, a atual rua do Contorno, será denominada, Rua Vereador Joaquim Coelho de Lima. A votação unânime no plenário da Câmara foi acompanhada pela família do homenageado, Vera, filha do Joaquim Coelho de Lima, emocionada agradeceu a homenagem oferecida ao Pai.

O vereador propositor da homenagem Pedro Gil, lembrou a história do Sr. Joaquim Coelho de Lima na cidade de João Pinheiro e a importância que ele teve para a sociedade. “Trata-se de um homem que teve uma grande importância em nosso município como cidadão, como ser humano e pelo legado que deixou dentro do contexto familiar”, disse.

Biografia

Joaquim Coelho de Lima, filho de Tertulino Coelho de Lima e Augusta Raquel de Jesus, nasceu em 28 de fevereiro de 1924, na cidade de João Pinheiro. Cresceu na fazenda, pontes, região do Tauá, onde seu pai era proprietário de terras. Casou-se com Dinalva justa de Lima, com quem teve 11 filhos: Sandoval, José, Odilon, Sebastião, Paulo, Gérson, Décio, Maria Abadia, Luzia, Vilma e Vera.

O casal começou a vida morando em um Paiol, à beira do córrego da Lapa, depois, com muita luta e trabalho construíram a sede da fazenda, Pontes no Tauá.

A Sede ficava sete quilômetros do Tauá, onde aconteciam os encontros, festas religiosas, folias de reis e as inesquecíveis “Domingas”, dias de encontro, comunhão e oração.

Joaquim Coelho de Lima era um homem carismático, simples humilde educado, lembrado até hoje como uma pessoa que não medirá esforços para ajudar o próximo.

Foi um líder político local e com essas características, candidatou-se a vereador pelo Tauá, onde vivia e construía sua história. Foi eleito vereador em 1971 deixou um legado de honestidade, valores e princípios que norteiam a vida dos seus descendentes.

Deixou-o, especialmente, um sentimento de honra, orgulho e gratidão no coração dos seus familiares e amigos.

Joaquim Coelho de Lima faleceu em 17 de julho de 1997, deixando muitas saudades para os seus familiares e amigos.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: