fbpx

Militares de João Pinheiro falam em acionar na justiça calúnias feitas em Sites de notícias

A polícia militar de João Pinheiro, por meio da sua acessória de imprensa na manhã de sexta-feira (30), representada pelo CB/ Vieira, Militar da Corporação, falou de uma ocorrência policial, onde foi qualificado uma ação de tráfico de drogas.

De acordo com CB/Viera, a ocorrência aconteceu na última terça feira (27), no bairro Cais, onde um homem de 23 anos, foi preso acusado por tráfico de drogas, sendo registrado o Boletim de Ocorrência (B.O). A Polícia Militar (PM), abordou um usuário que portava uma pequena poção de drogas, identificada como Maconha, essa abordagem resultou a localização pela guarnição de um suposto traficante.

Foto: PMMG

Tendo localizado o suspeito foi feito a revista corporal onde foi encontrado duas pequenas quantidades de maconha, similares a que foi apreendida com o usuário minutos antes.

Seguindo com a operação policial foi chegado até a casa do suspeito, onde foi encontrado na gaveta de uma mobília da residência, saquinhos que são semelhantes aos usados na embalagem das drogas que foram apreendidas.

Logo foi publicado uma matéria jornalística em um Site local, que trazia acusações de uma jovem que seria irmã do homem apreendido, acusando um dos policiais militares de implantar as drogas para incriminar o acusado que foi preso por tráfico de drogas.

O assessor da polícia militar CB/ Viera, falou na coletiva de imprensa, sobre a dedicação e a lisura que é feito os trabalhos pelos oficiais da corporação da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), e que esse tipo de notícia baseada em rumores não será aceita pela corporação, e que medidas legais já estão sendo tomadas pelos oficiais que participaram da ocorrência e foram acusados pela jovem que fez a denúncia e também contra os responsáveis pelo site que reportou as acusações. De acordo com o militar não tem nem um tipo de cabimento tal acusação onde os policiais se sentiram caluniados e difamados de forma criminosa.

Veja a coletiva…

Cinegrafista: Jeferson Sputnik

Comentários

%d blogueiros gostam disto: