Exposição do Sistema de Abastecimento da COPASA é risco eminente de tragédia; diz vereador

Sistema de abastecimento da COPASA exposto e sem segurança coloca toda população em risco de morte em caso de sabotagem

Uma situação de risco foi levada ao conhecimento na Câmara Municipal, na última Reunião Ordinária, pelo vereador Cabo Vieira. Tratasse das áreas de distribuição da Copasa em João Pinheiro, que são encontradas expostas sem mecanismos de segurança e nem presença de vigilantes, ficando os locais a mera sorte, “torcida” para que nenhum tipo de sabotagem não aconteça contra toda a população pinheirense através das caixas expostas e inseguras.

O Assunto chegou a Câmara Municipal, através da Indicação 194/2021, do vereador Cabo Vieira, que solicitou que o Executivo Municipal, providencie com urgência, cobrança de mecanismos de segurança, juntamente as empresas que prestam serviços de abastecimento de produtos ao consumo humano e animal em João Pinheiro. 

A indicação para fim de obrigação de segurança pelas empresas que prestam serviços de abastecimento de produtos ao consumo humano e animal em João Pinheiro.

Em João Pinheiro, a prestadora de serviços de tratamento d’água e esgoto COPASA, deixa suas áreas de abastecimento sem nenhum tipo de monitoramento humano ou eletrônico.

A Estação de Tratamento de Água (ETA) já foi flagrada sozinha, em ocasião outrora, pelo ex-vereador Ramon Corrêa, pelo vereador Eli Corrêa, flagrante que foi noticiado pelo veículo de imprensa Sputnik Voz do Povo, com imagens, vídeo e áudio.

Uma situação de risco é facilmente observada na caixa d’água da Copasa que fica as margens da Br-040, localizada na Rua do Cruzeiro, com a Emilio Lopes Caçado.

Uma área que é cercada por cercas de arame farpado, com alguns pontos danificados, que há anos é acessada sem dificuldades por usuários de drogas, andarilhos entre outros.

A caixa d’água tem como obstáculo somente as tampas que removidas qualquer pessoa tem acesso à água que abastece toda cidade.

O local não conta com nenhum tipo de monitoramento humano e nem com sistema de segurança, ficando exposto a qualquer tipo de ação criminosa.

Importante ressaltar que uma contaminação na água causaria uma tragédia sem tamanho, já que a água vai diretamente para as casas dos pinheirenses.

 A situação foi levada a conhecimento do vereador Cabo Vieira, pelo jornalista Jeferson Sputnik, da Editora de Jornal Diário Sputnik Voz do Povo, para que os demais legisladores do município de João Pinheiro, tomassem conhecimento dos riscos para que o assunto fosse discutido com a emergência do risco que toda a população está correndo.

A indicação é para que seja elaborada ações de segurança por parte da Copasa, para que as áreas sejam monitoradas com presença humana e equipamentos de tecnologia de segurança, contando com sistema de alarmes e vídeo.

 Autoria do Vereador Alexandro Vieira dos Santos. Aprovada por 09×0

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Noroeste Mineiro, clique em NOTÍCIAS. Siga também o jornalista Jeferson Sputnik no TwitterInstagram e Facebook. Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

Comentários

%d blogueiros gostam disto: