fbpx

Polícia Civil prende padrasto acusado de estuprar enteadas em João Pinheiro

Marcelo Gás
(38) 3561- 4213
POLÍCIA CIVIL DE MINAS GERAIS EM JOÃO PINHEIRO PRENDE HOMEM ACUSADO DE ABUSAVA DE SUAS QUATRO ENTEADAS

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, nessa segunda-feira (17), um homem investigado pelo crime de estupro de vulnerável na cidade de João Pinheiro, no Noroeste de Minas. Ele é suspeito de cometer os abusos contra as quatro enteadas dele, no âmbito doméstico.

Conforme demonstrou as investigações, uma das vítimas narrou que foi abusada durante oito anos. Segundo ela, quando tinha apenas dez anos de idade, o padrasto forçava relações sexuais com ela. Ao descobrir que a irmã, de oito anos, estava sendo vítima do mesmo crime, resolveu buscar o auxílio da polícia.

A equipe policial, ao tomar conhecimento das graves violações contra a dignidade sexual das vítimas, se aprofundou nas investigações e descobriu que o suspeito cometeu, ao longo de vários anos, o crime de estupro de vulnerável contra quatro enteadas.

As investigações apontaram que ele praticava variados atos libidinosos contra as meninas quando permanecia sozinho com elas, valendo-se, sempre, do mesmo modo de agir, ameaçando-as, para que não denunciasse os abusos praticados.

Após a representação pela prisão preventiva ser apresentada pelo Delegado de Polícia ao Poder Judiciário, os investigadores realizaram a prisão do suspeito na cidade de Paracatu, também no Noroeste mineiro.

“A Polícia Civil de Minas Gerais reafirma seu compromisso com a repressão qualificada de crimes graves, dando uma resposta à sociedade e garantindo os direitos da criança e do adolescente, principalmente, quando esses direitos são violados por aqueles que deveriam zelar por eles”, destacou o Delegado Leandro de Oliveira Silva.

Importante ressaltar a importante participação do conselho tutelar de João Pinheiro, nas investigações junto a Policia Civil é Ministério Público.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: