fbpx

Justiça decide hoje se mantém prisão de médico acusado de estupro

A justiça do Rio de Janeiro pode decretar hoje (12) a prisão preventiva do médico anestesista Giovanii Quintella Bezerra, flagrado em vídeo abusando de uma grávida totalmente sedada por ele, durante o parto no Hospital da Mulher, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

A audiência de custódia está marcada para começar às 13 horas, na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte da capital, para onde o médico foi levado na manhã dessa segunda-feira 911), depois de passar a noite na Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti.

O estupro aconteceu no último domingo e Giovanni foi preso em flagrante, no hospital, por policiais civis da especializada daquele município e, se recusou a prestar depoimento, mesmo na presença de um advogado.

O crime foi filmado por um celular, posicionado em um armário pela equipe de enfermagem que acompanhava a cirurgia, e que já desconfiava dos procedimentos do anestesista.

A Polícia Civil segue investigando o caso e ouvindo depoimentos.

Mais informações no programa “Impacto Notícias”, a partir das 11Hrs. Acompanhe pelo link https://sputnikvozdopovo.com.br/sertafm e também pela SertaFM 101,5.

Gostou do nosso portal de notícias?

Então siga o canal do YouTubereceba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI).https://linktr.ee/JefersonSputnik – Para ler mais notícias do Noroeste Mineiro, clique em NOTÍCIAS Siga o jornalista Jeferson Sputnik no TwitterInstagram e Facebook.  Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

O conteúdo do Sputnik Voz do Povo é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: